Pesquisar este blog

Sejam Bem-Vindos / Welcome

Poemas e textos sobre depressão, solidão, suicídio e morte, entre outras coisas. Não se assustem, este blog funciona como se fosse uma terapia. Não vou gastar grana com um charlatão só para ficar me ouvindo e dando conselhos inúteis.
Poems and texts about depression, loneliness, suicide and death, among other things. Do not get scared because this blog works as if it were therapy. I won't spend money to some charlatan guy just to be listening to me and giving me useless advice.

domingo, 23 de setembro de 2012

Ela



Ela

Eu sinto que ela está chegando
Devagar e sorrateira como sempre
Implacável e cruel como nunca
Mas não vai desnortear a minha mente!

Queria que ela chegasse logo
Que fosse bem rápida, direta e precisa
Para de uma só vez me dar o alívio
E enfim, o conforto que me tranqüiliza!

E que ela chegue logo sem demora
Ela me dará a redenção que tanto procuro
Pois só ela me libertará desse ambiente
Um lugar frio, cruel, devastador e escuro!
(by A. J. Rosário - 23/09/2012)
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.


segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Cada ano de minha vida que passa



Cada ano de minha vida que passa

Cada ano de minha vida que passa é como se fosse o último
Mas cada ano que vem é a certeza do fim
Meu corpo sente que a hora está chegando
Pois há um mal que reside dentro de mim.

Cada ano de minha vida que passa é como uma tortura eterna
Do prenúncio de que nunca chegarei ao final
Os dias com muita dor que vão se arrastando
Pois dentro de mim reside uma doença fatal.

Cada ano de minha vida que passa é como um resto de esperança
De um otimismo infantil que forçosamente insiste
Mesmo sabendo que o destino cruel já está traçado
Pois um mal, que é uma doença, dentro de mim reside.

Cada ano de minha vida que passa é uma brincadeira de mal gosto
Duro saber que não há mais solução, nem uma cura real  
E a minha mente, que de tão debilitada nem mais pensa
Pois o que reside dentro de mim é uma doença mortal!
(by A. J. Rosário - 10/09/2012)
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.


sábado, 8 de setembro de 2012

O mal que me consome



O mal que me consome

Você está dentro de mim
e por inteiro me consumindo
Minando as minhas forças
e enfim me destruindo
Acabando com o que resta
deste meu corpo debilitado
Tornando-me a piada mortal
de um desejo não realizado
Você sabe que não pode
ser impedido e é letal
E silenciosamente acaba
sendo o meu pior mal
Sua dor não é sentida, é silenciosa,
pois você adora me ver sofrer
Saber que está dentro de mim
e nada posso fazer, é o seu prazer
Eu me sinto impotente
ante a sua presença
Você está por cima,
a sua marca é imensa
Esse é um jogo que você
nunca irá perder
As regras são suas
e isso eu deveria saber
O meu fim está próximo,
é sua essa vitória
Pode começar a festejar
toda a sua glória
Meu destino é inevitável
e só me resta esperar
Fui medíocre em vida
e nada tenho a lamentar!

(by A. J. Rosário - 08/09/2012)
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.


  • Se encontrar alguns erros, não critique! Me ajude a corrigí-los.
  • If you find some mistakes, don't criticize me! Help me to correct them.
 
Template Denim, criado por Darren Delaye, customizado por Crazyseawolf .:o:. Shattered window with bars from Stockvault.